23 Feb 15

Prêmio de Biodiversidade tem prazo de inscrições prorrogado

Foram prorrogadas, até o próximo domingo (22), as inscrições para o Prêmio Nacional da Biodiversidade, lançado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em dezembro de 2014. A premiação consagrará projetos e ações de destaque na conservação das espécies da fauna e da flora brasileira. A relação dos ganhadores deverá ser divulgada em 22 de maio. Cada trabalho pode ser inscrito em apenas uma das sete categorias. A premiação será dividida entre projetos de organizações não-governamentais; empresas; sociedade civil; academia; órgãos públicos de todas as esferas; imprensa (e individuais, destinada a ações independentes.

23 Feb 15

Projeto quer difundir o ensino de programação no Brasil

Programar é uma palavra que pode assustar alguns, mas um projeto iniciado em São Paulo quer tornar o conceito mais simpático e difundi-lo pelo Brasil, partindo da ideia de que é possível "ensinar o computador a fazer algo por nós". Chamada de Programaê, a iniciativa é mantida pela Fundação Lemann e busca formas diferentes de trabalhar com educação. "Vimos na programação e na tecnologia uma maneira de ajudar os alunos a entender que o mundo ao redor deles é mutável", diz Lucas Rocha, engenheiro da computação e coordenador do projeto, cita o Planeta Sustentável.  A ideia do Programaê é oferecer cursos completos gratuitamente. Eles são baseados em aulas de sites como o Codecademy, traduzidas pela fundação, e na linguagem visual Scratch. Tanto instituições de ensino quanto educadores interessados — mesmo que não saibam nada sobre o tema — podem aproveitar os cursos.

23 Feb 15

Drones vão voar sobre a Amazónia em busca de civilizações antigas

Cientistas britânicos vão usar aviões não tripulados para descobrir ruínas arqueológicas. O avião não tripulado será enviado para a Amazónia e está equipado com um laser que analisa e procura por áreas onde podem ter existido construções há milhares de anos, noticia o site IDG Now. O objectivo do projeto é determinar qual era o tamanho destas comunidades milenares e até que ponto alteraram a paisagem local. Os investigadores anunciaram a iniciativa durante a reunião anual da Associação Americana para o Progresso da Ciência (AAAS, na sigla em inglês), na cidade de San Jose, na Califórnia. O objectivo deste estudo é tentar compreender a dimensão e as atividades das populações que viveram na Amazónia no final do período anterior à chegada dos europeus à América, ou seja, os últimos 3 mil anos antes de 1490.