26 Nov 14

Pesquisador destaca desafios para a conservação na Amazônia

O pesquisador norte-americano Thomas Lovejoy, responsável pela popularização do termo “diversidade biológica”, falou sobre desafios para o desenvolvimento e para a conservação na região amazônica no simpósio FAPESP-U.S. Collaborative Research on the Amazon, organizado pela FAPESP em parceria com o Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos e o Brazil Institute do Woodrow Wilson International Center for Scholars. “Olhando para a frente, penso que um dos maiores desafios para o desenvolvimento sustentável em todos os tempos será avançar na direção do planejamento e do gerenciamento integrado na Amazônia”, disse o professor da Universidade George Mason que recebeu em 2012 o Blue Planet Prize, considerado o “Nobel do Meio Ambiente”. Acesse aqui.

26 Nov 14

Artistas apoiam projeto Adote um Ninho pela proteção das araras azuis

Em vez de adotar uma arara como mascote e endossar o tráfico ilegal de animais silvestres, que tal adotar um ninho e contribuir para a reprodução das araras em vida livre?  A proposta é da idealizadora do Projeto Arara Azul, a bióloga Neiva Guedes, que há 24 anos realiza pesquisas e coordena o monitoramento de ninhos naturais e artificiais no Pantanal. O Adote um Ninho foi oficialmente lançado em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, com o anúncio de 31 ninhos adotados por músicos, cantores, cineastas, escritores, cartunistas e empresários. Entre os famosos que já aderiram à campanha estão Carlos Saldanha (produtor dos filmes Rio e Rio2), os músicos Luan Santana, Xitãozinho e Chororó, Gabriel Sater,Michel Teló e o cartunista e escritor Ziraldo. 

26 Nov 14

Medalha da Olimpíada de 2016 terá material reciclado

Responsável pela fabricação de todas as medalhas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, no Rio, a Casa da Moeda explicou que as que serão entregues aos atletas que subirem ao pódio terão na sua composição uma percentagem de metal oriundo da reciclagem de equipamentos eletrônicos. Ao todo, serão 4.924 medalhas de premiação, confecionadas em ouro, prata e bronze, e 75.000 de participação. Idealizadas pela equipe de design do Comitê Rio 2016, as medalhas serão modeladas pelos designers do Departamento de Projeto do Produto e Desenvolvimento de Matrizes da Casa da Moeda. Além das medalhas e das fitas para as medalhas, a Casa da Moeda também vai fornecer diplomas de premiação, certificados de autenticidade das peças, certificados de participação e comemorativos.