23 Oct 14

Brasil e 192 países aceleram ações pelo desenvolvimento sustentável

O governo brasileiro e os representantes dos outros 192 países que participaram da 12ª Sessão da Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), na Coreia do Sul, se comprometeram em intensificar as ações destinadas a alcançar, até o final da década, as Metas de Aichi para Biodiversidade, acordadas há quatro anos. Os governos também garantiram aumentar o financiamento e acelerar as ações da agenda de desenvolvimento sustentável. Até 2015, cada país representado no evento, inclusive o Brasil, garantiu dobrar recursos financeiros voltados à conservação da biodiversidade nas nações em desenvolvimento, em particular nos países menos desenvolvidos, incluindo os pequenos estados insulares e naqueles com economias em transição, mantendo este nível de investimentos pelos menos até 2020.

23 Oct 14

Conferências infanto-juvenis pelo meio ambiente são avaliadas pelo MMA

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) está realizando avaliação dos dez anos de Conferência Nacional Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA). O objetivo é contribuir para o aprimoramento e fortalecimento das conferências como espaços de formação e participação social do público infanto-juvenil. O processo é participativo. Por isso, estão sendo convidados todos os participantes de alguma edição do evento, em qualquer uma das etapas (escolar, municipal, regional, estadual e nacional), para enviar contribuições pelo e-mail 10anosdecijma@gmail.com. O prazo é até 25 de outubro. “Estamos atendendo a um pedido da sociedade civil para aprimorar a metodologia das conferências e principalmente registrar o quanto que elas contribuíram para as políticas públicas de educação ambiental e juventude”, destaca a coordenadora da Juventude do MMA, Marccella Berte.

23 Oct 14

Projeto de reaproveitamento de resíduos de maracujá ganha prêmio

Em parceria com a Embrapa Agroindústria de Alimentos e a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), o empresário Sandro Reis, da Indústria Extrair, desenvolveu um projeto de reaproveitamento de resíduos de maracujá, que venceu o prêmio CREA-RJ de Meio Ambiente. A premiação busca valorizar ações que preservem o meio ambiente, protejam os recursos naturais e contribuam para o equilíbrio ambiental, gerando qualidade de vida para a população. A indústria Extrair de produção de óleo de maracujá capta as sementes sujas com restos de cascas, polpa e arilo, nas indústrias de sucos e polpas da fruta, instaladas no Estado do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Então, limpa e purifica as sementes por meio de um processo desenvolvido em parceria com a Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF) e Embrapa, que reduz a quantidade de água e energia utilizada. Recorde-se que este foi também um dos projetos vencedores da primeira edição do GPA Brasil.